O Caso Opoco – Um dos primeiros casos de mutilação registrado na Ufologia

Este é considerado um dos casos mais inquietantes da história da ufologia, uma pastora boliviana desavisada cuidava de seus rebanhos de ovelhas e lhamas quando teve um encontro terrivelmente violento com uma entidade de origem desconhecida que a deixaria literalmente marcada com cicatrizes para toda vida. Situada nas desoladas regiões montanhosas do planalto sudoeste da Bolívia, não muito longe da próspera cidade mineira de prata de Potosí, fica uma província rústica conhecida como Opoco (não Otoco, como é muitas vezes erroneamente transcrita).Em 1967, Valentina Flores, de 24 anos, e o seu marido, Gumersindo, tentavam viver sua vida numa pequena parcela de terra não muito longe da Opoco. Esses iliterados índios quíchuas tinham uma vida reclusa, cuidando de sua terra, de seus animais e sua filha recém-nascida, Theodosia.Nem Valentina nem Gumersindo estavam cientes de (ou interessados ​) em contos e relatos de OVNIs ou seus ocupantes ostensivamente extraterrestres que haviam conquistado manchetes em todo o mundo… e absolutamente nada poderia ter preparado Valentina para o horror que ela e sua filha enfrentariam em uma tarde logo após a Páscoa daquele ano.

Leia Mais