Hilary Porter relatando uma abdução.

Hilary Porter, do país de Gales, afirma ter sido raptada por extraterrestres inúmeras vezes ao longo da sua vida, relembra que aos 5 anos estava brincando na grama alta logo atrás de sua casa, quando avistou um extraterrestre reptiliano. O ser possuía pele escamosa e fendas negras que onde se localiza o nariz e boca, com cerca de um metro e meio e era excepcionalmente forte, o ser tapou-lhe a boca e a arrastou até sua nave.

Ali a despiram e colocaram-na sobre uma cama, onde foi perfurada com vários instrumentos, onde a certa altura desmaiou.

Hilary conta que anos mais tarde, enquanto estava de carro com o seu marido, o veículo parou numa garagem. Nenhum dos dois se lembra de como chegaram até lá. Mais tarde, nesse mesmo dia, ao despir-se, ela viu que tinha uma marca triangular vermelha de sucção no estômago, depois de todos os seus raptos, Hilary sofre de enxaquecas e às vezes acorda com hematomas, arranhões e até com manchas de sangue em suas roupas.

Hilary, que uma vez trabalhou no ministério da defesa, fez desenhos com base nas suas memórias dos encontros com seus raptores alienígenas, diz que os seres se comunicam entre si por telepatia e que foram enviados à terra para fazer experimentos e recolher amostras de material genético humano.

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *