More

    Em negociação: Brasil pode participar de testes para 1ª vacina contra COVID-19

    Por enquanto, não há um remédio específico contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) e nem mesmo uma vacina para a COVID-19, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Nesse cenário, é mais do que necessário que países se envolvam com os últimos estudos sobre o vírus para proteger sua população. Ainda, no mundo todo, já são mais de 290 mil óbitos pela doença respiratória, de acordo com informações da Universidade Johns Hopkins.

    Conforme afirmou o ministro da Saúde, Nelson Teich, o Brasil está em negociações para participar do grupo que realizará os testes para a primeira vacina de imunização contra a COVID-19. “A gente está trabalhando para integrar um grupo que vai testar a primeira vacina para COVID-19. Estamos interagindo para fazer parte desse grupo. Isso é importante para o Brasil”, declarou Teich durante a coletiva de imprensa do Ministério, na tarde de ontem (11).

    Em sua fala, o ministro Teich ainda acrescentou que o ministério não proíbe o uso de nenhum medicamento testado para o novo coronavírus, incluindo a cloroquina e a hidroxicloroquina. “O Ministério da Saúde não proíbe o uso dos medicamentos que vêm sendo testados para a COVID”, explicou sobre as drogas que podem ser ministradas para pacientes hospitalizados desde março.

    Vacina no Brasil

    Em coletiva de imprensa na semana passada, dia 6 de maio, o ministro já afirmava que o Brasil estava em negociação para ter cotas nos testes da primeira vacina contra o coronavírus. Na ocasião, Teich afirmou que buscava se antecipar para o surgimento de um tratamento mais efetivo contra a COVID-19 com os laboratórios.

    Brasil negocia participar de testes para a primeira vacina contra a COVID-19
    Thothhttps://galaxia.news
    Desde muito cedo percebi que a realidade do mundo não é como nos contaram. Desde então, venho buscando e tentando entender tudo e ajudar os outros ao longo do caminho. Como um buscador, estou aprendendo mais a cada dia. - Autodidata possui experiência na área de pesquisa Ufológica, de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva, antropologia, arqueologia e história da ciência. Possui experiência na área da tecnologia, física, química e matemática. Fundador do Projeto Gazeta da Galáxia (https://galaxia.news). Pesquisador e escritor, aficionado por mistérios, pela Ufologia e pelo Universo.

    Últimas

    Estão preparando a humanidade para o “primeiro contato extraterrestre”?

    "Quando a primeira mensagem de uma inteligência extraterrestre chegar, nossa experiência com a pandemia atual pode nos ajudar a planejar uma reação...

    As piores previsões da mudança climática estão se concretizando, alertam cientistas

    As camadas congeladas da Antartica e Groelândia, que poderiam elevar o oceano mais 65 metros caso derretessem completamente, acompanham os piores cenários...

    Existem mais de 1.400 bases alienígenas subterrâneas em todo o mundo?

    Há meses testemunhamos um número sem precedentes de avistamentos de OVNIs. A ponto de vários especialistas assegurarem que superaremos o pico mais...

    5 fatos que você deve saber sobre o Projeto Blue Book

    O Blue Book Project foi uma série de estudos sobre OVNIs da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF). Foi o segundo projeto...

    Artigos relacionados