Uma misteriosa estrutura subaquática ao largo da costa do Japão causa controvérsia histórica. Esta estrutura megalítica é comumente referida como a “Pirâmide Yonaguni”.

Embora não seja como as pirâmides convencionais, esta estrutura maciça parece uma pequena montanha que foi esculpida para atender às necessidades de uma antiga civilização desconhecida.

Em 1986, um mergulhador perto da ilha de Yonaguni Jima, ao largo da ponta sul do Japão (próximo de Okinawa) encontrou algumas estranhas estruturas a cerca de 25 metros abaixo do nível do mar.

Yonaguni – Japão

 

Pareciam ser estruturas com degraus, terraços e rampas. Uma das maiores estruturas possui 600 metros de largura e 90 metros de altura, com cinco níveis separados e blocos esculpidos na pedra, e o que parece ser uma estrada em torno da estrutura.

Observe os ângulos perfeitos e agora adicione dois portões, um túnel e escadas. São evidência sólida de design inteligente, ao invés de uma formação natural.

 

Marcas de ferramentas e esculturas foram descobertas sobre as pedras (e documentadas) o que indica que foram construídas em vez de serem estruturas de pedra natural como argumentado pela ciência convencional.

Dois arcos do que parecem ser portões esculpidos foram encontrados na estrutura, e há também um túnel esculpido que leva a escadas cinzeladas.

Masaaki Kimura, geólogo marinho da Universidade Ryukyus no Japão, estuda e mapeia o local há mais de 15 anos e acredita que o local tem mais de cinco mil anos, e provavelmente teria afundado durante um terremoto há dois mil anos.

Outros estimaram que a estrutura é muito mais antiga, incluindo Teruaki Ishii, professor de geologia na Universidade de Tóquio, que determinou que um cataclisma ocorreu no final da última era glacial, que ocorreu cerca de dez mil anos atrás.

Se este for o caso, então nossos livros de história teriam que ser revisados, porque nossa história principal não reconhece nenhuma civilização avançada nessa área 10.000 anos atras.

” O problema com tudo isto para os cientistas ocidentais é que isso implica que uma cultura oriental desconhecida tinha desenvolvido um alto grau de organização, milhares de anos antes das civilizações ocidentais mais antigas. Geologicamente, a pirâmide Yonaguni afundou no oceano no final da última Era do gelo, cerca de dez mil anos atrás. “

Como as comunidades científicas ocidentais estavam relutantes em aceitar as descobertas destas estruturas feitas pelo homem. Como sempre as ruínas não foram reconhecidas pelas autoridades japonesas como um local de importância cultural, portanto merecedor de proteção ou pesquisa adicional.


Em 5 de abril de 1998, um terremoto maciço (medido em 7,7 na escala de Richter) atingiu a área ao redor das pirâmides. Ainda não recebemos informações se ocorreram danos nas estruturas.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *